segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

As Relíquias dos Deuses - Capítulo 3 - Desembarcando em Hogwarts


"I don't believe that anybody feels the way I do about you now" (Wonderwall - Oasis)

Filhos de Atena tendem a ser extremamente realistas, é verdade. Talvez fosse por causa desta característica que Danielle fora a primeira a fazer a ficha cair violentamente sobre a cabeça dos amigos – eles teriam que se misturar com gente cujos eles estavam totalmente alheios da existência e destruir um mago poderoso o suficiente para enganar os deuses. E, se lembrando das palavras de Quíron, os semideuses envolvidos na profecia contaram para os outros campistas a atual Profecia e o que deveriam fazer. Curiosamente – ou talvez não -, apenas Pollux, o único filho de Dioniso, não parecia surpreso com os fatos. Talvez fosse porque realmente Pollux não estava surpreso, ou porque o rosto dele era tão expressivo quanto o do pai.

A semana passou mais rápido do que qualquer um poderia desejar, e logo já era a véspera da data em que deveriam partir.
Tay estava em seu chalé, arrumando suas coisas [principalmente os uniformes de Hogwarts que haviam ganhado] em uma velha mala onde ela sempre levava suas coisas ao acampamento. Quando tudo estava guardado de modo visível para a garota, ela pegou sua lista e começou a conferir seus itens e marcar aqueles conferidos.
Taylor[S]: Uniformes... confere. Roupas normais... confere. Kit primeiros-socorros... confere. Ambrósia e néctar... confere. Arco... – A loira não localizou seu arco, começando a mexer em sua mala à procura dele. Olhou para mais adiante em sua cama e viu seu arco quase oculto pelas cobertas desarrumadas da garota. Antes que alcançasse ele, uma mão alcançou seu ombro. Ela se assustou e virou-se.
XxX: Sou só eu. – Seu meio-irmão Justin Bieber sorriu, trazia um arco dourado e brilhante nas mãos, junto com uma flecha da mesma cor. Justin era com certeza o irmão que mais implicava com Taylor, mas também era seu melhor amigo e conselheiro para todos os momentos. – Queria te entregar... bem... esses presentinhos. – Ele estendeu o arco e a flecha. – Presente do papai... da última vez que fomos em excursão para o Olimpo... acho que vai ser útil. – O irmão sorria e a garota logo viu que negar só ocuparia tempo em sua vida.
Taylor[S]: Muito obrigada, maninho. – Ela pegou os presentes e guardou a flecha cuidadosamente em sua aljava, postando o arco logo ao lado dela. Justin a abraçou.
Justin: Boa sorte. – Ele deu um beijo rápido em sua bochecha.
Taylor[S]: Obrigada. – Ela retribuiu o beijo.
Justin: Ah... – O garoto pegou um elástico de cabelo cor-de-rosa do bolso. – Acho que esqueceu um item... para dar sorte. – Tay sorriu e pegou seu elástico da sorte, colocando-o no pulso como uma pulseira. Era um velho elástico cor-de-rosa que sua mãe dera a ela quando tinha 14 anos, e era seu amuleto da sorte, pois toda vez que estava com ele sentia sua mãe mais perto. Em geral, também ajudava em sua pontaria, já boa por ser filha de Apolo.
Taylor[S]: Obrigada.
Justin: Por nada. – O irmão deixou o chalé. Tay guardou seu arco embaixo do arco dourado que ganhara, apenas para prevenir. Checou os últimos itens da lista e fechou sua mala.

Os amigos olharam mais uma vez para trás, já partindo para a colina. Olharam uma última vez para o Acampamento Meio-Sangue, iriam sentir falta de lá. Só esperavam que essa não fosse a última vez que veriam a colina em vida. Pegariam um voo em direção à “Londres trouxa” [pelo que souberam, no mundo bruxo os mortais eram chamados de trouxas] e procurariam por um tal de Hagrid, que pela descrição da forma física e da altura, provavelmente não passaria despercebido.

Danielle conferiu novamente o mapa de Londres e a direção em que Quíron disse que deveriam ir.
Logan: Já estamos chegando? Meu braço dói! – Logan reclamou soltando por um minuto o carrinho onde as malas dos amigos estavam.
Taylor[L]: Me dá isso aí, cara. – Taylor pediu, revirando os olhos. Puxou o carrinho da mão do filho do deus dos mares e seguiu levando-o. Era impossível negar que filhos de Hefesto tinham uma força surpreendente por causa do trabalho nas forjas [e, para algumas filhas de Apolo em questão, eles tinham músculos muito sexy].
Logan: Ah! – Ele suspirou de alívio. – Valeu, cara. – Respondeu, massageando os braços. Taylor apenas riu.
Depois de mais um tempo caminhando, eles avistaram um homem bem mais alto que os outros mortais, com barba e cabelo espessos e negros que quase ocultavam os minúsculos olhos pretos como os de um besouro e vestindo um casaco de pele de texugo. Ele estava parado à frente de um bar chamado “Caldeirão Furado” e, ao avistar o grupo de meio-sangues, sorriu e acenou.
Miley: Ei, aquele deve ser Hagrid, não é? – A filha de Poseidon concluiu, acenando de volta como se ele fosse um velho amigo. Correram até o meio-gigante, ignorando os olhares assustados dos mortais, que obviamente não estavam acostumados a ver um grupo de jovens correndo em direção a um homem com o dobro do tamanho de todos.
Hagrid: Olá, semideuses. – Ele sorriu simpático. - Sou Hagrid, me encontraram rápido, eh? – Todos sorriram e assentiram, repelindo a vontade de comentar algo sobre “a culpa provavelmente deve ser do tamanho”. E vocês são...
Taylor[L]: Taylor Lautner, filho de Hefesto.
Taylor[S]: Taylor Swift, de Apolo. Pode me chamar de Tay.
Danielle: Danielle, de Atena. Pode me chamar de Dani.
Logan: Logan Lerman, filho de Poseidon.
Miley: Miley Lerman, filha de Poseidon e irmão desse tapado. – Indicou Logan com a cabeça, recebendo um leve tapa do irmão em sua nuca.
Logan: Olha quem fala. – Logan murmurou, retrucando.
Hagrid: Ah, bem, é uma prazer. Agora, entrem no Caldeirão Furado, iremos em direção ao Beco Diagonal. – Completou Hagrid sem se importar com o pequeno conflito dos irmãos.
Taylor[S]: Beco Diagonal?
Hagrid: Sim, sim. É do mundo bruxo, sabem? – Eles assentiram e entraram no bar, sendo guiados por Hagrid até saírem em um beco. O guarda-caça de Hogwarts guiou-os até uma loja intitulada Madame Malkins. Já deveriam colocar as vestes da escola e os provadores eram perfeitos para se trocarem.

Hagrid: Estão todos prontos? – Hagrid questionou quando os cinco semideuses saíram devidamente vestidos dos provadores. Eles assentiram e o guarda-caça fez um gesto com a mão para eles seguirem-no, começando a explicar várias coisas sobre Hogwarts pelo caminho. – Ao chegarem, serão conhecidos pelos alunos como estudantes da Beauxbattons que foram transferidos, já que é um jeito mais prático de ninguém além do necessário suspeitar sobre suas verdadeiras identidades. Passarão pelo Chapéu Seletor que os selecionara para alguma das quatro Casas...
Miley: E quais são essas casas, Hagrid? – Miley perguntou com interesse.
Hagrid: São a Grifinória, casa dos corajosos e de sangue nobre; a Corvinal, casa dos inteligentes e de bom senso; a Lufa-Lufa, casa dos justos e leais; e a Sonserina., casa dos astutos e ambiciosos. Nada escapa daquele Chapéu... e é de acordo com suas características que vocês serão selecionados. – O grupo de amigos meio-sangues se perguntaram em que Casas ficariam. – Creio que perceberam que há varinhas no meio de seus materiais. Sim, são de verdade, mas apenas para passar a imagem. Podem usá-las se quiserem explodir algo. – Continuou, brincando. Talvez eles precisariam mesmo explodir algo.
Inertes nas explicações de Hagrid e na onda de curiosidade que atravessava seus cérebros, mal perceberam que estavam parados em uma estação de trem, na frente de duas antigas carruagens puxadas por cavalos negros, com asas coriáceras e estranhamente esqueléticos, com olhos brancos e leitosos.
Hagrid: Estão vendo os animais que puxam a carruagem? – Todos assentiram, se perguntando por que não os veriam. – São testrálios. Só podem ser vistos por aqueles que já viram a morte. Eles são extremamente dóceis e têm um ótimo senso de direção. – Miley aproximou-se e acariciou o focinho de um, impressionada, enquanto ouvia atentamente as explicações de Hagrid sobre tais animais e sua influência no mundo bruxo. – Muitos acreditam que eles não são bom agouro, entendem? Como uma bruxa muito inteligente que eu conheci diria, as pessoas os desprezam por serem diferentes. – “É, sei como se sentem”, a garota pensou, “mas realmente gostei de vocês.”. – Agora, por favor, subam, subam! – O guarda-caça mandou, sendo rapidamente obedecido. – Estarei na outra carruagem. – Avisou antes de fechar a porta da carruagem, que começou a se locomover segundos depois.

Um grande castelo surgia conforme a carruagem seguia em frente, com várias torres e torreões e luzes atravessando as várias janelas e iluminando a escuridão noturna dos arredores, um pouco de neve ainda podia ser vista sobre as torres que cortavam o denso sereno.  Não muito longe havia uma cabana simples com uma alta chaminé e, um pouco mais além, uma grande floresta com aparência sombria. A magia parecia exalar de cada mínimo canto, desde a ponta da mais alta torre até as raízes das árvores; principalmente da raiz de um salgueiro que pareceu não gostar de um pássaro que passara por ali e o espantou violentamente com um de seus galhos.
Hagrid: Bem-vindos à Hogwarts! – Hagrid saudou-os, sorridente, enquanto eles saltavam da carruagem até o chão. – Vamos, vamos, sigam-me! Suas coisas estarão nos dormitórios de vocês... – E eles seguiram o também professor até dentro do grande castelo, apertando o passo para poderem acompanhá-lo.

Hagrid abriu a grande porta de carvalho, que fez um rangido junto ao movimento, e os semideuses entraram no grande hall de pedra. Em uma escada, um “fantasma” com a aparência de um pequeno velhote usando roupas de um laranja-berrante e um chapéu de sino passou jogando um balde d’água sobre dois garotos do segundo ano que gritaram e correram para dentro da porta aberta que levava ao Salão Principal.
Hagrid: Ignorem o Pirraça, ele gosta de causar desordem. Vamos, por aqui. – Ele guiou-os para o Salão Principal, um grande salão iluminado por várias velas flutuantes, cujo teto alto estava negro como o céu lá fora, com algumas poucas estrelas salpicando-o. Ao longo do Salão, quatro mesas com alunos vestidos igual a eles estavam espalhadas desde a entrada até o outro lado. Na frente das mesas, uma outra longa mesa sobre um tablado, onde estavam presentes os professores de Hogwarts, todos usando longas vestes de bruxo. No centro, um bruxo com longos cabelos e barba prateados, usando oclinhos de meia-lua e longas vestes púrpura com estrelas e luas bordadas nela, sorriu longamente ao vê-los. Hagrid se dirigiu até uma cadeira que estava vazia na mesa, deixando o grupo de meio-sangues estáticos na porta, enquanto o bruxo dos longos cabelos prateados se levantava, os olhos azuis fixos neles.
Dumbledore: Bem-vindos, novos alunos! – Os estudantes da escola viraram-se para a direção em que o diretor olhava. – Como, naturalmente todos ficaram sabendo pelos rumores, vocês mudaram de Beauxbatons para Hogwarts, passarão pela Seleção, como Hagrid deve ter-lhes dito. – Eles assentiram, sem saber o que dizer. – Sou o diretor, Dumbledore. Agora, por favor, venham cá e fiquem ao lado do Saguão, a professora McGonagall explicará qualquer dúvida. – Seguiram a direção em que a mão de dedos longos de Dumbledore apontava, parando em frente a um banquinho onde jazia um chapéu velho e sujo, com remendos e fiapos por todo ele. Ao lado do banquinho, uma mulher usando vestes de um tecido escocês xadrez, de olhos azuis escondidos por trás das lentes de óculos de aros redondos e longos cabelos ruivo acinzentados presos em um coque e escondidos sobre um longo chapéu de bruxo estava parada, observando-os. Não parecia má, mas não parecia gente para se irritar.
McGonagall: Como devem saber, o Chapéu Seletor os selecionará para a Casa que melhor se adaptam: Sonserina, Lufa-Lufa, Corvinal e Grifinória. – Conforme falava, a professora apontava com a cabeça para a mesa de cada Casa. Por não ser a Cerimônia oficial, acho que não precisará de uma cantoria, então, quando seus nomes forem chamados, sentarão no banquinho e o Chapéu os selecionará. – O Chapéu sorriu e abriu os olhos, para o espanto dos semideuses. A professora pegou uma pequena lista da parte interna de sua capa e a leu, segurando o Chapéu com a outra mão. – Deleasa, Danielle.
Dani subiu os poucos degraus até o banquinho e sentou-se, mantendo uma expressão serena e impenetrável, enquanto seu coração pulsava fortemente contra seu pulmão. O Chapéu foi colocado em sua cabeça e inclinou um pouco sua ponta. “Ah sim, inteligentíssima, sim...”, ouviu a voz dele em sua mente, “Não há dúvidas, deve ser... CORVINAL!”, A Casa foi anunciada para todos, e os estudantes da Corvinal se levantaram, batendo palmas.
McGonagall: Lautner, Taylor. – Tay apertou de leve a mão do namorado, que tremia levemente, e este sorriu, seguindo o caminho até o banquinho. Esses gestos simples e pequenos tinham grande significados, como se aquele leve aperto fosse a assinatura de um contrato em que ambos estariam sempre ao lado um do outro. Sentiu o Chapéu ser colocado nele, permanecendo em silêncio, vez ou outra murmurando um interessando “Hm...”. Por fim, o objeto anunciou “GRIFINÓRIA!”, e os estudantes desta Casa o receberam com uma onda de aplausos. – Lerman, Logan. – O filho de Poseidon respirou fundo antes de subir até o banquinho.
Oh, interessante...”, foram as primeiras palavras do Chapéu Seletor, “Difícil escolher, há muita coisa nessa cabecinha, principalmente sede de se testar. Realmente muito difícil, mas acho que sei para onde deve ir. Deve ir para... SONSERINA!”, Anunciou, os aplausos da Casa criada por Salazar Slytherin soando por todo o Salão.
Mcgonagall: Lerman, Miley. – A garota sorriu confiante e se dirigiu ao banquinho. Estava anormalmente calma, talvez pelo fato de que a maioria das pessoas parecia ser amigável, porém a calma se esvaiu quando o Chapéu exclamou “Surpreendente!”.
Vejamos, onde colocar uma garota assim? Vejo coragem e perseverança, sabedoria e calma. Hm, difícil... Sua Casa deve ser... GRIFINÓRIA!”, Finalmente ele anunciou, e a garota foi saudada por uma salva de palmas dos alunos grifinórios e pelo amigo Taylor, que deslizou para o lado deixando um lugar para ela sentar.
Mcgonagall: E, por fim; Swift, Taylor. – A filha de Apolo mordeu o lábio inferior em expectativa e foi até o banquinho. O Chapéu não demorou a comentar “Vocês são surpreendentes, não é? Mui complicados. Há de tudo aí, certamente se daria bem em qualquer Casa. Goza de um excelente talento para Herbologia e medicina, ah sim. Gosta de ajudar... coragem não lhe falta. Deverá ser... LUFA-LUFA!”, Disse, por fim, findando a Seleção enquanto os alunos da Casa amarela e preta aplaudiam continuamente.

Todos os alunos conversavam durante o banquete, suas vozes animadas ecoando pelo salão, até o diretor se levantar e pigarrear, chamando a atenção de todos e fazendo um silêncio cair no Salão Principal.
Dumbledore: Queridos alunos, antes de servirem-se da sobremesa, gostaria de dar algumas palavrinhas. Sei que há muito Hogwarts parece totalmente segura, desde a queda daquele que se denominava Lord Voldemort, mas temo que essa paz possa cessar em breve. Peço, novamente, que se unam, pois o amor e a amizade são os maiores tesouros que podemos ter e nossa maior fonte de força. Creio que nesta noite não há necessidade de entrar em detalhes sobre nosso inimigo, apenas digo que ele é mais poderoso do que qualquer outro. Haverá um dia, não muito distante, em que a verdade será enfim revelada, mas estejam prontos para se verem diante de uma realidade surpreendente. E agora, vamos à sobremesa. – O sorriso voltou a aparecer no semblante preocupado de Albus Dumbledore e a sobremesa foi servida.


Continua...


No próximo capítulo...
" - Feijõezinhos de Todos os Sabores.
--
 - E... por onde devemos começar?
--
 Você é uma bruxa, Selena! "

Notinhas de rodapé...
1 - Pollux é, nos livros de PJO, o irmão de Castor [morto durante a guerra contra Cronos] e único filho meio-sangue de Dioniso atualmente, pois Dioniso é casado com Ariadne e, bem, é com certeza mais fiel que Zeus.
2 - Pra quem não sabe, os semideuses podem fazer uma visita ao Olimpo uma vez por ano, no solstício de inverno - a não ser que eles tenham de ir para o Olimpo em  um caso de vida ou morte.
3 - Semideuses e bruxos estão ligados por sua origem - os deuses. Deste modo, bruxos poderiam muito bem passar pela barreira que separa o Acampamento Meio-Sangue do mundo mortal e semideuses poderiam achar Hogwarts tranquilamente, já que a escola é escondida dos olhos trouxas por encantamentos poderosos.
4 - Pirraça [Peeves em inglês] é o "adorável" poltergeist de Hogwarts. Poltergeists não são fantasmas, por mais que aparentam ser. São criaturas mágicas, espíritos da desordem que vivem bagunçando e não podem ser expulsos inteiramente de um local. Quer que Pirraça te obedeça? Peça pra ele infernizar a vida de alguém! [Mais informações aqui].
5 - Beauxbattons [pronuncia-se Bûxbatons] é uma outra escola de magia que provavelmente se localiza em algum lugar escondido da França. Escolas de magia não dizem suas localizações umas às outras, mas alunos podem ser transferidos.

Pois é, ficou comprido, não é mesmo? Estou com o meu lindo computador de volta *-* e aqui está mais um capítulo.
Se alguém tiver mais uma dúvida, já que eu uso as descrições dos livros, e muitas coisas [por exemplo o Pirraça] não são mostradas nos filmes - e tem gente que não leu HP mas viu os filmes, então...
E, sim, a "aluna sábia" que o Hagrid cita é Luna Lovegood.

Respondendo os comentários:
Nandocs Yeah! ~samba junto~ obrigadaaa!! Você acha? Acredite, ele é! ~Tio Voldy interrompe a resposta para dizer: É MENTIRA! Eu sou o mago mais malígno e sexy que vocês já viram! OBS.: Sabia que no Tártaro tem Burger King?~ Obrigada e postado!!! :)
Leeh \o/.  Obrigada!! Postado!! Beijos.
MilenaSantooos' Awwn thanks!!! Postado!! Beijos.
Lary Obrigada!!! Postado! Beijos *-*
MiMy Gomez Lovato Awwwwwn obrigadaa!! Postado!!
Believe in your dreams ♥ Aaaaah obrigadaa!!! E eu tenho certeza que você sabe lol. THIS!!! Tipo, nós somos um bando de Lermaniacs incuráveis tira o olho do meu marido -nn. Acredite, você não é a única apaixonada por ele. Obrigada!! Postado e beijão!!
Mackenzie Kkkk obrigada, espero que o gostinho de quero-mais continue. THIS! Dumbledore disse isso [livros] e Hermione disse isso [filmes], e eu amo essa frase! ~Dumbledore: Sempre fiquei impressionado com meu talento para criar frases, como já falei anteriormente.~ Obrigada e postado! Xoxo.
Ana Beatriz Obrigada e postado! Acredite, há muitas coisas que vocês nem imaginam. Beijos.
. miilena  Obrigada!! Seja bem-vinda!
Mandy Você ainda não leu? Sim, eu acho que você tem que ler... tipo, é demais, demais, demais, demais... [eu quero saber, fale tudo que quiser]. Obrigada!! Postado!! Kisses <3 [OBS.: Questionário respondido].
baby_monster Obrigada!!! Bem-vinda ao time de semideuses e bruxos. Beijos e postado!

Hey, se perceberam ao lerem as respostas dos comentários, eu também responderei com os personagens, tipo, vocês podem até perguntar pra eles como se fosse esses tumblrs de perguntas para os personagens... até porque eu quero fazer um quando der, tipo askriordan-rowlingcharacters ou algo assim.

Realmente espero que gostem! Comentem, ok?
God Bless!!! Kisses!!!

9 comentários:

  1. Aiin que perfeito *-*
    Eu adorei o/
    Postee logo please!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah *-*
    Esta tudooo tão peeeeeeeeeeeeeeeeeeeerfeitooo!
    Estou aqui super ansiosaaaa sobre o próximo capítuloooooooooooooooooooooooooooooooooooo!
    Ainnn ta deeemaaais!!!!!!!!!!
    Poooooosta logoooooooooo!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  3. Amr, recebi uma tag e estou repassando para vc! E o capitulo ta perfeito!

    http://jemiabs.blogspot.com/2012/02/own-primeira-tag-do-blog.html

    Bjbj!

    ResponderExcluir
  4. Selinhos para vc okay
    http://iloveyou-niley.blogspot.com/2012/02/selinho.html

    ResponderExcluir
  5. Nova seguidora amei a fic
    posta logoo
    selinhos.
    http://fallingheartforyou.blogspot.com/p/selinhos.html onde diz parte 2 ,ok?
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Tag pra vc no meu blog: http://lala-eternamentejemi.blogspot.com/2012/02/ganhei-da-httpjemimimyg.html

    ResponderExcluir
  7. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA OMG!!! NOVA SEGUIDORA!! OMG OMG NÃO ACREDITO QUE ENCONTREI ESSA FIC PERFEITA DE PJ,HP E JEMI! SKAOHDJA PASSEI SECULOS PROCURANDO UMA ASSIM!
    POSTA LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOGO!
    E SE PUDER INDICA O MEU BLOG E DA UMA PASSADINHA PRA VE SE GOSTA? BJS

    ResponderExcluir
  8. Desculpa não comentar antes, eu leio o seu blog sempre pelo celular e é ruim de comentar. Não sei o que acontece, alguns blogs que eu sigo só aparecem pelo celular, já tentei outros computadores, notebooks e ate tablet mas não adianta. Eu amo as suas fanfics. Essa esta perfeita. Amo a mistura que você fez entre Percy Jackson, Harry Potter e artistas(principalmente a sel).
    Esse capitulo esta perfeito.
    Você é uma bruxa, Selena! "
    Hun por que será que falaram isso...
    Ansiosa para o proximo.
    bEIJOS

    ResponderExcluir